Quem leva mais vantagem: vegetariano, vegano ou carnívoro na alta performance?

Os estilos alimentares vegetarianismo, veganismo e carnivorismo estão cada vez mais populares e tendo um crescimento considerável de adeptos nos últimos anos, com isso muitas dúvidas vem surgindo para aqueles que optaram ou estão considerando optar por um desses estilos, mas que ainda buscam uma dieta alimentar equilibrada, um estilo de vida mais saudável e aderir a uma nova filosofia de vida.

Primeiramente, vamos entender a diferença entre os três estilos alimentares e então vamos responder as perguntas mais comuns relacionadas as vantagens e desvantagens para aqueles que optaram por uma dessas opções e ainda sim estão preocupados o aumento da performance esportiva.

Vegetarianismo:  é um estilo alimentar em que os adeptos não consomem nenhum produto de origem animal em sua alimentação. A dieta é baseada em legumes, vegetais, grãos, frutas, cereais, carboidratos, algas e outros alimentos. Existem quatro classificações para os vegetarianos que dividem esse estilo alimentar. São esses: o Vegetarianismo Restrito que não consomem nenhum produto de origem animal; o Ovovegetarianismo que consomem apenas ovos de origem animal; o Lactovegetarianismo que utilizam leite e seus derivados como queijos, iogurte e manteiga; o Ovolactovegetarianismo que adicionam ovos, leite e derivados na alimentação.

Veganismo: é uma filosofia de vida na qual os adeptos são totalmente contra o consumo de alimentos de origem animal e produtos que tenham em sua composição vestígios ou sejam testados em animais. Tem como filosofia eliminar quaisquer tipos de maus-tratos, crueldades e explorações de animais. São abolidos alimentos e derivados de fonte animal como carnes, ovos, leite, mel; peças de vestuário como couro, pele, lã, seda; itens de higiene pessoal e cosméticos como shampoos, sabonetes, maquiagens e perfumes testados em aninais; remédios; entre outros. Além disso, o veganismo também não admite o trabalho ou exploração animal como forma de diversão em programas de lazer ou entretenimento, como zoológicos, circos, rodeios, transporte, entre outros.

Carnivorismo: é um estilo alimentar onde os adeptos consomem exclusivamente alimentos de origem animal, sem frutas, sem vegetais, sem açúcares, porém podem comer todos os tipos de carnes disponíveis, sejam de origem bovina, suína, caprina, ovinas, de aves, peixes etc. Assim como os demais estilos alimentares também é uma dieta muito restritiva.

1 – Numa competição esportiva, considerando atletas do mesmo porte, idade e categoria, quem leva mais vantagem, o vegetariano, vegano ou o carnívoro?

Independente se o atleta possui um estilo alimentar específico quem leva mais vantagem em uma competição é aquele que fizer a melhor combinação de alimentos para suas necessidades especificas. As proteínas de origem animal, como as carnes vermelhas, oferecem proteínas de alta qualidade, indicado especialmente se o objetivo do atleta for aumento de performance. As carnes vermelhas têm um papel predominante na performance do atleta graças ao número de nutrientes importantes que contêm, como por exemplo o ferro, vitamina B12 e Zinco.

A maioria das proteínas de origem vegetal não tem pelo menos um dos aminoácidos essenciais encontrados nas proteínas animais. No entanto, é possível que o vegetariano/vegano combine alimentos de origem vegetal, o que chamamos de compensadores dietéticos, para suprir essas necessidades fisiológicas.  Por exemplo, pode combinar um cereal com um legume (arroz e lentilhas ou arroz e soja) para obter uma combinação de aminoácidos com a mesma qualidade de um uma proteína de origem animal. Dessa forma os vegetarianos e veganos não estarão em desvantagem em relação ao carnívoro.

2 – Qual a diferença das proteínas das carnes com as outras fontes (ovos, soja…)?

As proteínas se dividem basicamente em proteínas de origem animal e vegetal. As proteínas de origem animal fornecem aminoácidos de alto valor biológico e contém todos os aminoácidos essenciais enquanto as proteínas de origem vegetal são de baixo valor biológico e possuem uma quantidade menor de aminoácidos essenciais. Os ovos e laticínios são produtos de origem animal e assim como a carne são fontes completas de proteína. Já as proteínas vegetais, como a soja por exemplo, são incompletas e necessitam de um outro alimento que possa ser usado como compensador dietético para que os aminoácidos essenciais que faltam nessa proteína vegetal seja completa. Por esse motivo é importante conhecer bem os alimentos e quais servem como compensadores dietéticos para que não haja uma deficiência nas proteínas vegetais.

3 – Quais os alimentos são mais importantes para um melhor desempenho nas atividades físicas?

Carboidratos, proteínas e gorduras são os três grupos alimentares necessários para compensar o uso de energia nas atividades físicas. Os carboidratos fornecem energia, enquanto as proteínas e as gorduras ajudam na recuperação dos músculos após o esforço físico. Para um bom desempenho nas atividades físicas também é preciso uma boa seleção de micronutrientes e vitaminas. A recomendação é encontrar o equilíbrio certo de cada grupo alimentar para atender a todas as necessidades do corpo. Os carnívoros restritos, ou seja, aqueles que possuem uma dieta apenas de proteína animal, ficam em déficit de carboidratos, gorduras saudáveis, fibras e algumas vitaminas, o que pode prejudicar a saúde e na qualidade das atividades físicas. Já os vegetarianos e veganos ficam em déficit em proteínas que ajudam na recuperação dos músculos. O estresse oxidativo relacionado ao exercício também pode levar à fadiga muscular, redução do desempenho atlético e a recuperação prejudicada. É por esse motivo que o ideal seja uma dieta equilibrada, porém, no caso dos estilos alimentares citados é essencial que sejam consumidos certos alimentos como compensadores dietéticos para contribuir com a falta dos nutrientes e aminoácidos essenciais.

4 – Há diferença no desempenho físico de uma pessoa que nunca comeu carnes e aquela que optou pela alimentação vegetariana/vegana, após a idade adulta?

Não há diferença no desempenho físico de uma pessoa para a outra baseado no seu histórico de vida. O que vai diferenciar no desempenho físico é a combinação de alimentos feita durante o período de preparação para a atividade física ou competição.  O maior desafio na alimentação de um atleta vegetariano ou vegano é obter a quantidade necessária de nutrientes como proteínas, vitamina B12, ferro, zinco, ômega 3 e cálcio. A melhora na composição corporal e na performance pode ser obtida com os tipos certos de alimentos como compensadores dietéticos buscando essencialmente as proteínas, fitonutrientes e antioxidantes. Para que isso ocorra de forma correta é importante conhecer as quantidades necessárias e essenciais de cada alimento para que haja um equilíbrio perfeito. Lembre-se sempre que os alimentos são mais importantes até mesmo que a própria atividade física para que haja um bom desempenho.

5 – Quais são os alimentos que mais auxiliam o desempenho físico?

A alimentação tem papel fundamental no desempenho e na recuperação pós-atividade física e é responsável pela maior parte dos ganhos obtidos através do treino. Certos alimentos quando consumidos em determinados momentos, irão realmente melhorar significativamente o desempenho físico. Quando o organismo tem os nutrientes necessários para manter seu bom nível de desempenho, o rendimento durante a prática de esportes aumenta, e é por esse motivo que é tão importante consumirmos os alimentos essenciais como pré-treino e pós-treino. Veja a lista de alimentos essenciais para um bom desempenho físico: Nozes, bananas, ovos, brócolis, couve, aveia, açaí, batata doce, atum, iogurte, frutas vermelhas, leite, semente de chia, entre outros.

 

GV NUTRIÇÃO

Guilherme Villaboim

Nutricionista Clínico e Esportivo

Campinas

CRN: 38526

Mais postagens

O que comer no pré treino?

O que comer no pré treino?

A maioria não se sente bem treinando após uma refeição grande e quem treina sabe

Pão de queijo vegano

Pão de queijo vegano

Essa opção apresenta redução de aproximadamente 50% do valor energético de um pão de queijo

Trufas energéticas

Trufas energéticas

Que tal um lanche rápido e saudável com apenas 3 ingredientes? Essas trufas energéticas são

Furei a Dieta, e agora?

Furei a Dieta, e agora?

Existem dias bons e ruins quando nos comprometemos a fazer um planejamento de dieta e

GUILLERME VILLABOIM

CRN: 38526